Os tornos automáticos multifusos da série G abrangem a capacidade de usinagem de peças de pequeno porte até 20 mm de diâmetro. 
As máquinas controladas por cames, extremamente rápidas, são especialmente indicadas para a fabricação de grandes lotes de peças e pequenos ciclos de usinagem. A concepção da máquina oferece ainda mais – na série G é possível unir a rapidez e confiabilidade dos acionamentos de cames com a flexibilidade e exatidão da técnica CNC. 
As máquinas G oferecem um amplo campo de aplicações:
Peças simples de rápida usinabilidade, também através de 2x3 ou 2x4 fusos.
Peças de média complexidade, com furos transversais ou com exigência de usinagem do lado posterior
Peças com baixa tolerância e muito precisas, utilizando carro em cruz-CNC ou ajuste fino de carro transversal motorizado.​


Com interfaces de troca rápida para cames e ferramentas as máquinas também podem ser usadas para lotes médios e famílias de peças. Com carros CNC os tempos de preparo são ainda menores. Oferecem soluções tecnicamente inteligentes e econômicas para a sua produção.

Tornos Multifusos

Peças complexas em pequenos tamanhos de lotes, menores ciclos de usinagem e um ambiente  altamente competitivo determinam hoje os processos de trabalho da produção industrial. As possibilidades de planejamento empresarial hoje são diretamente determinadas pelos meios  de produção, portanto, reagir de forma rápida e flexível às exigências do mercado é uma condição importante para ser e permanecer competitivo.

Essas foram as ideias que conduziram nossos engenheiros no desenvolvimento do novo Torno Automático Multifuso Schütte SCX, eliminando tudo que não estava diretamente vinculado à criação de uma peça do compartimento de trabalho.


Nem os elementos de acionamento e condução, nem tubulações de lubrificação, tubulações de refrigeração ou cabos se encontram no compartimento de usinagem da SCX. Assim, você tem à disposição um compartimento de trabalho que garante máxima liberdade na configuração e o mais simples equipamento. 


Além disso, com a SCX, a Schütte amplia significativamente as possibilidades de usinagem. Alguns exemplos são:

  • No lado posterior da peça, com uma fixação exata e doi fusos adicionais. 
  • Na usinagem completa, mediante a possibilidade de integrar os eixos C e Y em todas as posições.​

Assim, a produção com vários fusos permite um espectro mais amplo de geometrias de ferramentas que conhecemos até o momento.